Como é garantida a qualidade na pintura de painéis e quadros elétricos?

Você sabe como funciona a pintura nos painéis elétricos e nos quadros de comando em nossa empresa? Vamos contar o passo a passo deste processo!

No mercado existem três tipos de elementos de tinta que mais se utilizam em painéis elétricos e quadros de comando, que são: Epóxi, Hibrido e Poliéster. Tendo cada uma sua própria característica.
Nós da BRUM, aplicamos em nossos produtos resina a base de Poliéster, com isso obtemos algumas vantagens, tais como:

- Não contêm solventes, tendo baixo risco de incêndio;
- Não requer preparação, apresenta-se pronta para o uso;
- Excelente qualidade de acabamento;
- Na maioria dos casos aplica-se em uma só demão;
- Dispensa o uso de tinta fundo;
- Possui alta resistência química com excelentes propriedades;
- Praticamente não existe perda de material, pois quase todo o pó que não adere à peça é
reaproveitado;
- Baixo impacto ambiental, não geram poluentes;
- Economia de tempo. Assim que as peças resfriam após o forneio já podem ser manuseadas.

A aplicação pelo método mais comum é através de pistolas eletroestáticas, o qual nós utilizamos na BRUM em nossos painéis elétricos e quadros de comando. A pistola, através de um elétrodo carrega positivamente o pó, o qual é projetado por ar comprimido da pistola para a peça, a qual se encontra ligada a terra, fazendo com que o pó adira à superfície devido a eletrostática.
Após a peça ter recebido a tinta em pó, ela entra em uma estufa onde permanece durante o período de cura. Genericamente a cura de uma tinta em pó é feita através do aquecimento da peça a 200 °C durante 10 minutos.
A tinta Poliéster além de boa aderência, flexibilidade, resistência física e química tem o diferencial de uma ótima resistência ao intemperismo e ao amarelamento.

Por: Juliano Santos (Qualidade)
Flavia Limonge (Marketing)

flavia limonge